G6 – 1ºA – Derretimento das Calotas Polares

134

Os polos de nosso planeta estão cobertos por uma camada de gelo,
armazenando uma grande quantidade de água, formando as calotas polares, que
equilibram o ecossistema da Terra, além de abrigar muitas espécies de animais.
Mesmo sendo de conhecimento geral que o aquecimento global é realmente
um problema que causa o derretimento do gelo nos polos, ele não é o único
culpado, outro causador é a própria temperatura dos oceanos, que se aquecem
muito facilmente, absorvendo calor tanto da luz do sol, quanto da própria superfície
terrestre. Essas águas que foram aquecidas são levadas pelas próprias correntes
marítimas até os polos.

Todos esses fatores fazem com que o gelo derreta, e consequentemente
aumente o nível do mar. Somente entre os anos de 1992 e 2017, os polos perderam
6,4 toneladas de gelo, o que elevou o nível dos oceanos em 17,8 mm. Pode parecer
pouco, porém afetou milhares de pessoas, com inundações e erosão costeira.
As previsões para um futuro não muito distante não são nada boas, já que,
segundo especialistas, sob nossas atuais políticas governamentais, até o ano de
2100, o mundo sofrerá um aumento de temperatura entre 3 e 4 graus celsius, o
que causará o derretimento de ainda mais gelo tanto da Groenlândia quanto da
Antártida, fazendo com que os oceanos se elevem aproximadamente 45 cm,
deixando milhões de desabrigados, além da extinção de milhares de espécies.
Por isso cientistas nos alertam sobre os perigos de nossas ações que
aumentam o efeito estufa causam no planeta, prejudicando tanto a nós mesmos,
quanto o ecossistema natural. Através da nossa conta no Instagram (geleiras_calotas.polares) compartilhamos vídeos informativos, dicas de como ajudar a combater esse problema, notícias e estudos sobre o assunto.

Nosso Vídeo:
https://drive.google.com/file/d/19u3kmO5XG5NsUEKufda6cmBRfwtppPwy/view?usp=sharing

Integrantes:
Leticia Taffner Costa
Luisa Saran Rubin
Olívia Ferreira
Raphael Hiroshi Kameoka
Vitor Picolli Ferreira Lima